Microcrédito

A Origem do Microcrédito

Prof. Mouhammad Yunus – Prémio Nobel da Paz 2006

O professor Muhammad Yunus foi o idealizador e realizador de uma experiência pioneira de microcrédito - MC que ficou conhecida no mundo todo, e que lhe valeu o Prémio Nobel da Paz, que dividiu com o Grameen Bank, em 2006.

No conceito de Yunus o microcrédito - MC é dirigido às populações pobres ou muito pobres, caracterizadas pela absoluta falta de acesso a crédito. Nesse conceito o MC era caracterizado  como uma política de combate à pobreza, e não exatamente como uma política de financiamento, para a qual veio a evoluir nos nossos dias.

Yunus começou a conceder, em 1976, no Bangladesh, empréstimos de pequena monta, inicialmente com seus recursos próprios, para famílias pobres de produtores rurais, com foco nas mulheres e utilizando um sistema revolucionário de garantias morais mútuas, formando grupos de cinco pessoas que ficavam moralmente responsáveis umas pelas outras. Com, apenas, 27 dólares, que emprestou a 42 famílias provou que  os pobres, melhor que quaisquer outros clientes de crédito, são capazes de assumir a totalidade dos seus compromissos, independentemente de não terem capacidade para prestar garantias.

Grameen Bank

O projeto do Grameen Bank (http://www.grameen-info.org/), a primeira instituição financeira do mundo especializada em microcrédito, surgiu em 1976 na cidade de Jobra, no Bangladesh. Em 1983 o Grameenbank adquiriu seu status de Banco, através de uma lei especial, feita para a sua criação.

O Grameen Bank ou banco dos pobres, fundado por Mouhammad Yunus, já conseguiu dar resposta às necessidades de crédito de mais de 7 milhões de microempreendedores, o que permitiu melhorar as vidas de várias dezenas de milhões de pobres e desfavorecidos do Bangladesh, em termos de nível de vida, de condições sanitárias, de nível de educação, etc. O sucesso das operações em termos de recebimento dos empréstimos concedidos atinge  os 98,85%, o que levou à expansão das operações e à consistente replicação do projecto à escala Mundial.

Desde os primeiros passos, até hoje, a difusão da prática do microcrédito, através do mundo, é um fenómeno de sucesso, que não é susceptível de comparação com muitos outros. Estendeu-se, muito rapidamente, a outros países do terceiro mundo mas, para surpresa de muitos, não foram precisos muitos anos para vir a ser reconhecido como instrumento de promoção económica e social imprescindível, também, nos países desenvolvidos.

· O que é um microcrédito?

O microcrédito é um pequeno empréstimo bancário destinado a apoiar pessoas que não têm acesso ao crédito bancário, mas querem desenvolver uma actividade económica por conta própria e, para isso, reúnem condições e capacidades pessoais, que antecipam o êxito da iniciativa que pretendem tomar.

A linha de Micro Crédito a disponibilizar pelo MCR destina-se ao apoio de projectos de investimento que visem a criação de auto emprego ou a criação de empresas por parte de pessoas desempregadas e de recursos económicos limitados.


O processo do microcrédito não consiste apenas na atribuição do crédito; os candidatos têm o apoio do MCR  na preparação do dossier de investimento e, após o financiamento, na resolução dos problemas com que se possam confrontar com o desenvolvimento do negócio.

· Quem pode candidatar-se ao Microcrédito?

Poderão candidatar-se à linha de crédito todas as pessoas desempregadas ou em risco de vir a estar, de recursos económicos limitados e que pretendam criar o seu próprio emprego, criar uma empresa ou que desenvolvam já uma actividade económica por conta própria e que pretendem expandir.

Condições de acesso

Para efeitos de candidatura ao micro crédito os interessados deverão apresentar, um projecto de investimento que será, em articulação com o MCR, submetido à instituição de crédito protocolada;

  • Não possuir incidentes bancários activos;
  • Ter uma boa ideia que justifica o desenvolvimento de um negócio com perspectivas de sucesso;
  • Pretender criar o seu próprio emprego, para o que possui formação e competências adequadas, ou expandir o seu próprio negócio;
  • Revelar uma forte vontade e capacidade de iniciativa para se envolver no negócio.

· Em que posso utilizá-lo?

O montante de microcrédito atribuído pode e deve ser utilizado em despesas de investimento e outras elegíveis, que sejam consideradas indispensáveis à constituição e arranque do negócio.

O microcrédito não se destina a apoiar o consumo ou a permitir superar dificuldades momentâneas: é um crédito ao investimento. A ocasião e a oportunidade para lançar um pequeno negócio não esperam. Resultam, com frequência, de um conjunto de factores que rapidamente pode desaparecer.

· Quais são as condições de um microcrédito?

A JADRC apoia quem não tem acesso ao crédito bancário, nas condições normais de mercado, e precisa de um empréstimo para criar o seu próprio negócio.

As condições segundo as quais são celebrados os contratos de empréstimo, são as que decorrem de protocolo estabelecido com a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Coimbra e a MCR e que, resumidamente, se podem ler no quadro abaixo.

CCAM Coimbra – Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Coimbra

Mínimo

5 mil €

Máximo

15 mil €

Duração

Até 4 anos

Tipo de prestação

Mensal Constante

Taxa de juro

Taxa Fixa a definir

Outras

Flexibilidade de Garantias a estabelecer face a cada caso:

  • Garantias reais quando aplicável  e/ou
  • Garantia Mútua e/ou
  • MCR e/ou
  • Fiador

Subscrever Newsletter


_______________________



Os Nossos Parceiros